O Homem-Réptil

Hoje quero falar de uma pessoa por quem tenho grande simpatia e que reencontrei dia desses.

Vejam só que coisa, assim como na evolução das espécies houve a conquista da terra firme por parte de seres até então aquáticos, esse moço, que por anos viajou mares e oceanos habitando um veleiro, teve sua vida marcada no último ano por dois insólitos acontecimentos, que curiosamente o prenderam à terra firme: um atropelamento e, meses depois, uma picada de jararaca, enquanto lia e se convalecia na cama do quarto, em seu sítio!

Justo ele, que tanto conhecia a natureza e seus bichos, que era amigo das serpentes, inclusive já preservara a vida de várias delas impedido que outros as matassem… Caramba, né?! Muito azar – é a primeira coisa que vem à cabeça. Teria ele confiado demais na sorte, ignorando a natureza traiçoeira do bicho?

Mas o caso, que por si só chama atenção pelo seu inusitado, alcança um registro mito-poético quando narrado por ele, já inteiro e com ares de estar profundamente purificado, coisa boa e bela de se ver (sobretudo pra quem viveu, quase na mesma época, também uma experiência limite) .

Hoje tive vontade de fazer um brinde à coragem e à paciência do moço, de saudar a sabedoria de quem parte da dor e da restrição dos movimentos do corpo rumo a outros movimentos: para as águas e terras de dentro. Mas essa parte da história, que envolve um profundo processo de cura e (auto) conhecimento, deixo como lacuna para a imaginação do leitor.

Por fim, uma curiosidade: após a picada da cobra, cuja particularidade ele soube reconhecer entre tantas outras cobras similares, disse-me ele:

“Aí deixei a casa dela e fui pra outro lugar… ” 

 “Dela quem?” – perguntei imaginando tratar-se de pessoa da família.

E ele respondeu certeiro: “Da cobra, uai!”

(Moral da hitória: há casos em que, também no sentido literal, parente é serpente!)

  PS – Fosse comigo, simpatizante da escrita e do trocadilho, e fazia um bloguinho assim: “Do veleiro ao bote…” (Rs)

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s